terça-feira, 11 de setembro de 2012

DICA BARATA PARA A LIMPEZA DO COURO CABELUDO

Postado por Mah às 17:50 28 comentários

Ontem falamos um pouco sobre a terapia capilar para o couro cabeludo com a utilização de óleos vegetais. Eu percebi pelos e-mails que recebi que muitas dúvidas surgiram, então resolvi fazer este post esclarecendo todas elas, antes de começar o post de hoje.

SEBO DAS GLÂNDULAS SEBÁCEAS x ÓLEOS VEGETAIS

Se o excesso de sebo do couro cabeludo faz mal, como é que a utilização de óleos vegetais no couro cabeludo fará bem?

Ainda não expliquei isso para vocês, mas o excesso de sebo no couro cabeludo é o responsável por alguns problemas:

- queda dos cabelos

- dermatite seborreica

- caspa

- fator impeditivo do crescimento de novos fios pela barreira de sebo

Entretanto, os óleos vegetais (dependendo do óleo que for utilizado) servirão para tratar estes problemas, eles penetrarão profundamente atingindo os folículos pilosos e os resíduos que ficarem no couro cabeludo serão eliminados através da lavagem dos fios.

- óleo de coco: combate a caspa e a queda dos cabelos, facilitando o crescimento dos fios pela nutrição do folículo piloso

- óleo de jojoba: consegue dissolver o excesso de sebo do couro cabeludo, desintoxicando-o. Desta forma, trata a queda, dermatite seborreica e caspa.

- óleo de ricino: combate a caspa e a queda dos fios.

O óleo vegetal poderá se acumular no meu couro cabeludo, deixando-o mais oleoso ainda, ou pior, entupir meu couro cabeludo?

Não, se você realizar a aplicação do óleo vegetal no couro cabeludo, deixando-o agir por uma hora e depois lavando-o com shampoo, com certeza não ficará qualquer resíduo no seu couro cabeludo. Muito pelo contrário, todos os nutrientes do óleo terão sido absorvidos pelos seus folículos pilosos.

No caso da utilização do óleo de jojoba ele irá desobstruir seu couro cabeludo dissolvendo o excesso de sebo.

ESCOVAÇÃO X SEBO X ÓLEOS VEGETAIS

A aplicação de óleos vegetais não irá aumentar a quantidade de sebo no couro cabeludo, se a aplicação for realizada corretamente. A escovação é uma forma de eliminar o excesso de sebo do couro cabeludo, da mesma forma que a lavagem dos fios e a aplicação de óleos vegetais também é. As técnicas se complementam e podem ser utilizadas conjuntamente.

Agora vamos ao post de hoje, que na verdade está intimamente ligado  a esta terapia capilar.

DICA PARA LIMPEZA DO COURO CABELUDO

Quem tem cabelos oleosos sofre muito, afinal é muito desagradável ficar com o cabelo grudado na cabeça. Lavar o cabelo diariamente ajuda e muito a resolver o problema, mas em casos extremos a oleosidade volta depois de algumas horas.

Eu já testei quase todos os shampoos possíveis e imagináveis para cabelos oleosos, mas nenhum realmente resolvia o meu problema. Depois de muito procurar, descobri que a solução pode ser bem mais barata e mais simples do que eu esperava.

Depois de muitos anos sofrendo com meus cabelos mega oleosos e ter passado por muitos dermatologistas eis que um deles me dá a solução: SABONETE DE COCO.

Não, não é o sabão de coco que nós usamos para lavar a roupa, embora eu conheça quem use não faça isso pois pode causar alergias terríveis.

O sabonete de coco que me foi indicado é o da marca Granado. Ele é simplesmente ótimo e com o tempo ajuda a regular a oleosidade, por ter propriedades adstringentes.foto granado

Indicação: Cabelos oleosos.

Preço: por volta de R$ 4,00

Duração: dura pelo menos uns 6 meses para quem usar 3 vezes por semana

Efeitos a longo prazo: controla a oleosidade dos fios, mantendo-os limpos por mais tempo. Desta forma, quem lavava os fios diariamente poderá lavá-los dia sim e dia não.

Quem tem cabelos mistos com a raiz oleosa e as pontas secas pode usar o sabonete de coco?

Sim, pode usar normalmente, para isso tenho uma dica para vocês: proteja os fios com um pouco de condicionador ou óleo vegetal, assim, se a espuma entrar em contato com os fios eles não ficarão ressecados.

Como eu faço: eu deixo o restinho da espuma escorrer um pouquinho e lavar os fios. Aplico uma máscara e os cabelos ficam maravilhosos: as raízes soltas e as pontas hidratadas.

Quem tem os cabelos secos pode usar?

Se você quiser pode usar uma vez por semana para limpar profundamente o couro cabeludo, mas não esqueça de proteger os fios com condicionador ou óleo vegetal. Em seguida aplique um shampoo hidratante.

Perfume: Não deixa perfume nos fios.

Cor: o sabonete tem a cor branca

Benefícios: Limpeza profunda do couro cabeludo e até mesmo dos fios. É ideal para ser utilizado na terapia do couro cabeludo que eu ensinei no post de ontem. Ao invés de lavar os cabelos com shampoo, após o tempo de pausa no couro cabeludo lave-o com o sabonete de coco.

Também pode ser utilizado para lavar os fios após a realização da umectação capilar.

O sabonete pode ser aplicado também nos fios?

Pode sim, ele limpa muito bem os fios, preparando o cabelo para receber a máscara de sua preferência.

Modo de usar: Não esfregue o sabonete diretamente no couro cabeludo, espume com as mãos e aplique a espuma no couro cabeludo úmido. Massageie todo couro cabeludo e deixe agir por um minuto antes de enxaguar.

OBS: O sabonete de coco faz mais espuma do que um shampoo comum.

Devo utilizar um shampoo depois?

Mulheres: Podem usar um shampoo mais hidratante apenas nas pontas e se seus cabelos não forem muito oleosos pode aplicá-lo desde a raiz.

Homens: Podem usar outro shampoo em seguida, como por exemplo um shampoo anticaspa que não resseque.

Frequência de uso: A quantidade que me foi indicada é de 3 vezes por semana (segunda, quarta e sábado), sendo que eu lavo os fios diariamente. Para homens com cabelos muito oleosos pode ser utilizado diariamente.

Dica esperta: Quem tem pouco volume na raiz dos cabelos pode usar este sabonete e irá amar o volume que conseguirá, pois os fios próximos a raiz ficarão limpos e soltinhos.

Minha rotina de lavagem quando uso o sabonete de coco é:

1) Sabonete de coco

2) Shampoo perolado apenas no comprimento

3) Máscara hidratante ou nutritiva

Esta foi a dica barata e muito boa de hoje.

É isso por hoje meninas, espero que vocês gostem desta dica barata e ótima de hoje. Podem perguntar que eu terei o maior prazer em responder.

Bjoss

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

TERAPIA CAPILAR PARA O COURO CABELUDO COM ÓLEOS VEGETAIS

Postado por Mah às 16:25 15 comentários

Olá meninas, tudo bem com vocês? Muitas meninas me perguntaram sobre o uso de óleos no couro cabeludo então eu resolvi explicar quem pode fazer e como deve fazer.

óleo vegetal

Antes disso, gostaria de explicar para vocês que o combate a queda ou a aceleração do crescimento dos fios, podem ser feitos apenas de duas formas: com a ingestão de suplementos ou com a utilização de produtos diretamente no COURO CABELUDO.

Mas eu comprei um creme de tratamento que combate a queda, e no modo de usar diz que devo aplicar no comprimento. Devo aplicá-lo no couro cabeludo?

Não, você não deve aplicar este creme no couro cabeludo. Somente se deve aplicar cremes no couro cabeludo desde que tenham sido fabricados para este fim.

Se você comprou um creme para passar nos fios com a promessa de acabar com a queda ou acelerar o crescimento dos fios, na verdade você comprou um creme para tratar a quebra dos fios e não a queda.

PRODUTOS APLICADOS NO COMPRIMENTO DOS FIOS NÃO CESSARÃO A QUEDA E MUITO MENOS ACELERARÃO O CRESCIMENTO DOS FIOS. AFINAL, A QUEDA E O CRESCIMENTO DOS FIOS OCORRE PELA RAIZ E NÃO PELO COMPRIMENTO. PORTANTO, PARA TRATAR A QUEDA E O CRESCIMENTO DOS FIOS, DEVEMOS TRATAR O COURO CABELUDO.

Voltando ao tema de hoje, muitas de vocês com certeza já fazem a umectação capilar nos fios, mas provavelmente ainda não utilizaram os óleos diretamente no couro cabeludo.

A aplicação de óleos no couro cabeludo pode trazer diversos benefícios, desde que seja realizada corretamente, senão, poderá causar problemas ao couro cabeludo.

Quem pode usar?

Quem tem o couro cabeludo seco pode suprir esta falta de óleo que as glândulas sebáceas não produz através da aplicação de óleos vegetais.

Quem tem o couro cabeludo oleoso, pode fazer o tratamento para acabar com a caspa e a queda dos cabelos que o excesso de sebo pode causar. E inclusive pode conseguir regularizar a oleosidade da raiz.

Se você quer apenas  acelerar o crescimento dos fios, esta pode ser a solução.

Quem tem o couro cabeludo oleoso, poderá aumentar a oleosidade do mesmo ao fazer este tratamento?

Não, se você seguir as recomendações de aplicação e frequência, seu couro cabeludo inclusive poderá ter o excesso de sebo dissolvido pelos óleos vegetais, ficando desintoxicado. 

Quais óleos devo utilizar em meu couro cabeludo?

Qualquer óleo vegetal pode ser utilizado, mas você deverá escolhê-lo de acordo com o beneficio que pretende ter.

Três são os óleos mais usados para o tratamento do couro cabeludo, são eles: coco, jojoba e ricino.

ÓLEO DE COCO

oleo de coco

O óleo de coco é o que tem maior poder de penetração no couro cabeludo, conseguindo nutrir o folículo piloso em profundidade, o que é ótimo para quem tem glândulas sebáceas que produzem pouco sebo. Por nutrir o folículo piloso, pode acelerar o crescimento dos fios e cessar a queda dos mesmos. É ótimo aliado no combate à caspa.

ÓLEO DE JOJOBA

jojoba

O óleo de jojoba é o melhor óleo para quem sofre com as raízes oleosas. Ele consegue desintoxicar o couro cabeludo, dissolvendo o excesso de sebo, tornando o couro cabeludo mais limpo e fresco. Desta forma, o crescimento dos fios se torna mais rápido pela ausência de barreiras e pela estimulação da circulação sanguínea local.

ÓLEO DE RICINO

óleo de ricino

O óleo de ricino é um óleo com uma textura mais espessa, sendo utilizado para combater a caspa e a queda dos cabelos. Além disso, estimula o crescimento dos fios, engrossando os finos e ralos. Tem também ação antibacteriana.

Modo de usar:

O óleo de coco e o de jojoba devem ser utilizados puros, todavia, quem for utilizar o óleo de ricino, por este ser muito espesso, deverá diluí-lo para torná-lo mais fluído e aumentar sua capacidade de penetração. Misture-o com óleo de amêndoas.

Terapia Capilar do Couro Cabeludo com Óleos Vegetais:

1) Aqueça o óleo em banho maria. O óleo deve estar morno para que este consiga penetrar no couro cabeludo e trazer seus benefícios.

2) Pentear os fios até deixá-los sem nós.

3) Abrir riscas nos cabelos e aplicar o óleo em cada uma delas com as pontas dos dedos ou com o auxílio de um algodão. A aplicação deve ser feita depositando o óleo no couro cabeludo pouco a pouco.

4) Massagear em movimentos circulares por todo o couro cabeludo para melhor penetração do produto.

- Deslizando da testa para a nuca

- da nuca para a testa

- do topo da cabeça para as têmporas

- das têmporas para o topo da cabeça

5) Deixar agir por até 1 hora

6) Lavar a cabeça com xampu normalmente

Cabelos Oleosos: quem tem a raiz oleosa e quiser fazer este tratamento deve lavar os fios com xampu anti-resíduos depois do tempo de pausa para retirar os resíduos de óleo do couro cabeludo.

Se eu passar o óleo no couro cabeludo e depois lavar o cabelo com xampu anti-resíduos, perderei os benefícios do tratamento?

Não, porque o óleo conseguirá penetrar no couro cabeludo e nutrir os folículos pilosos, portanto, o excesso deste óleo no couro cabeludo pode e deve ser eliminado.

Eu tenho a raiz oleosa e não quero (ou não tenho) xampu anti-resíduos como devo fazer?

Aplique um xampu transparente por duas vezes ao lavar os fios. Se ainda sentir a raiz oleosa lave novamente com xampu neutro.

Eu posso aplicar o óleo na noite anterior, dormir e lavá-lo no dia seguinte?

Não, o óleo consegue ser absorvido em uma hora, ficar por volta de oito horas no couro cabeludo não fará com que ele penetre melhor. Pelo contrário, pode alterar a oleosidade local, havendo maior propensão à queda e caspa.

Eu posso aplicar o óleo e lavar os fios apenas com água, sem utilizar xampu?

Não, é essencial que se lave os fios com xampu para eliminar qualquer resíduo de óleo que não tenha sido absorvido e que consequentemente, poderá formar uma barreira no couro cabeludo impedindo o crescimento dos fios.

Quando lavar os fios devo aplicar apenas condicionador ou posso aplicar uma máscara?

Depende do estado do seu cabelo. Se você aplicar o óleo apenas no couro cabeludo poderá usar uma máscara no comprimento dos fios. Se o comprimento de seus fios não estiver danificado, pode usar apenas o condicionador.

OBS: Quem tiver a raiz oleosa e aplicar um xampu anti-resíduos deve utilizar uma máscara no comprimento. 

Eu realizo o cronograma capilar, como faço para encaixar este tratamento em minha rotina?

Você deve encaixá-lo no dia em que vai lavar os fios e realizar a fase de hidratação ou de nutrição. Na minha opinião o melhor a se fazer é espalhar o óleo não apenas no couro cabeludo, mas também no comprimento do cabelo realizando uma umectação capilar. A umectação capilar entraria na fase de nutrição dos fios.

Se você não quiser fazer a umectação capilar poderá após a lavagem aplicar uma máscara hidratante ou nutritiva nos fios.

Frequência: no máximo uma vez por semana (indicado para couro cabeludo seco), mais do que isso poderá haver acúmulo de óleo no seu couro cabeludo (sebo das glândulas sebáceas juntamente com o óleo vegetal). Se sua raiz é muito oleosa realize o procedimento a cada 15 dias.

OBS: Eu aconselho que você teste o seu cabelo fazendo a cada 15 dias, e depois se for necessário aumente para 1 vez por semana.

A utilização destes óleos no couro cabeludo deve ser feita com cautela, e só você saberá com que frequência seus fios devem ser submetidos ao tratamento. Teste em intervalos maiores e se seus cabelos corresponderem bem aumentem a frequência.

Esta terapia com óleos no couro cabeludo é excelente e trará benefícios de acordo com o óleo utilizado. Se tiverem mais dúvidas perguntem que eu respondo com o maior prazer.

Bjosss

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

RECEITA NATURAL DE HIDRATAÇÃO CAPILAR: COCO VERDE

Postado por Mah às 16:40 11 comentários
Olá meninas!!! Tudo bem com vocês? Fiquei pensando aqui sobre qual assunto eu deveria escrever nesta véspera de feriado. Tinha preparado um post falando sobre queda capilar, mas decidi fazer diferente e falar de hidratação dos fios.



Não, não vou falar agora sobre os benefícios da hidratação dos fios, farei um pouco diferente. Nestes anos todos de cursos, pesquisas e experiências, consegui montar um livro de receitas para os cabelos. Tem muita coisa lá e já testei quase todas!!! Então meninas, teremos muitas receitinhas caseiras para os cabelos aqui no blog.

A receita de hoje na verdade é tripla: a primeira é para uma hidratação mais leve, a segunda é para uma hidratação mais potente e por fim a terceira tem função dupla hidratando e nutrindo ao mesmo tempo.

As três receitas têm em comum o ingrediente principal o COCO VERDE.




Todas nós já ouvimos falar que a água de coco hidrata muito o nosso corpo no verão, mas além disso ela também hidrata e muito os cabelos. Não me lembro em que lugar li esta dica, mas lembro que contei para minha dermatologista e ela aprovou. Esta receita é uma das que mais uso, por ser bem fácil de fazer e ter um resultado imediato desde a primeira aplicação. E o melhor de tudo é que é bem baratinha.

A água de coco tem alguns componentes bem interessantes, como as vitaminas do complexo B. Quando falarmos sobre a queda de cabelo abordarei a importância das vitaminas do complexo B para a saúde dos nossos fios.

A polpa do coco verde também é rica em nutrientes, sendo fonte de proteínas, vitaminas e gorduras. Portanto, não devemos desperdiçá-la.

E por fim, faremos uso também do óleo de coco. Ele já é muito usado para fazer umectação capilar por nutrir e fortalecer os fios, evitando a quebra e o surgimento de pontas duplas. Este óleo é rico em vitamina E e em ácidos graxos, assemelhando-se ao óleo produzido em nossas glândulas sebáceas. Ele consegue penetrar nos fios e recuperar os cabelos mais ressecados.


Vamos aprender as receitas:

1) Receita de hidratação leve:

Ingrediente: água de coco verde

Aplicação: Nos fios lavados aplique a água de coco verde apenas no comprimento dos cabelos, evitando a raiz. Deixe agir por 30 minutos e enxague com água em abundância. Se quiser, coloque uma touca plástica para aquecer.

Dica esperta: Sempre quando vou à praia adoro me hidratar tomando água de coco, então aproveito e passo nos fios para hidratá-los também.

2) Receita de hidratação potente:

Ingrediente: coco verde (água e polpa)

Preparo: Bata no liquidificador a polpa do coco acrescentando lentamente a água de coco, até que atinja uma consistência pastosa.

Aplicação: Após lavar os fios aplique a mistura no comprimento, massageando suavemente, evitando a raiz. Deixe agir por 30 minutos e enxague com água em abundância. Se quiser, coloque uma touca plástica para aquecer.

3) Receita de hidratação e nutrição dos fios:

Ingredientes: coco verde e óleo vegetal de coco

Preparo: Bata no liquidificador a polpa do coco acrescentando lentamente a água de coco, até que atinja uma consistência pastosa. Acrescente algumas gotas de óleo vegetal de coco.

Aplicação: Após lavar os fios aplique a mistura no comprimento, massageando suavemente, evitando a raiz. Deixe agir por 30 minutos e enxague com água em abundância. Se quiser, coloque uma touca plástica para aquecer.

Depois de enxaguar, se vocês quiserem podem aplicar o condicionador de sua preferência, eu normalmente aplico.

Frequência: podem ser realizadas semanalmente em cabelos danificados, e a cada 15 dias em cabelos saudáveis.

Estas receitinhas são fáceis, baratas e muito eficientes. Tenho certeza de que vocês irão gostar. Vou postar mais receitas destas naturais para vocês, as que não funcionarem comigo eu aviso para vocês.

É isso por hoje meninas, quem testar depois me diga o que achou, sempre lembrando que cada cabelo é de um jeito, e o que funciona para mim pode não funcionar para você, embora as pessoas que eu conheço e que fizeram tenham adorado o resultado.

Bjosss e bom feriado!!!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

MITO OU VERDADE? 100 ESCOVADELAS AO DIA

Postado por Mah às 21:14 2 comentários
Oi meninas, de vez em quando vou postar aqui nos blogs algumas curiosidades ou dicas rápidas para vocês. Espero que gostem!

Como no post anterior eu falei sobre escovação achei interessante abordar a questão: 100 ESCOVADELAS AO DIA DEIXAM OS FIOS MAIS BRILHANTES E BONITOS?

Resposta: EM PARTE MITO.

Acho que todo mundo já ouviu falar que 100 escovadelas ao dia deixam os fios mais brilhantes e saudáveis. Já falei para vocês no post anterior que escovar os fios é fundamental, mas a escovação em excesso dos cabelos pode causar quebra dos fios e inclusive machucar suas cutículas pelo atrito constante com a escova. Com esta prática o couro cabeludo pode sofrer irritação e descamação.

Não há necessidade de escovarmos os fios 100 vezes ao dia, mas apenas de escová-los diariamente.

Beijoss e até amanhã

TERAPIA CAPILAR: TÉCNICAS DE ESCOVAÇÃO E MASSAGEM DO COURO CABELUDO

Postado por Mah às 17:48 8 comentários
Muitas de vocês devem estar achando estranho o título do post, afinal escovação do couro cabeludo não é um hábito diário, mas é uma prática bem comum nas terapias capilares.

Em um dos cursos que fiz sobre terapia capilar um dos assuntos abordados foi a importância da massagem feita no couro cabeludo e da escovação deste e dos fios. Pode parecer bobagem, mas estes dois passos juntos são importantíssimos para quem quer ter fios saudáveis, afinal COURO CABELUDO SAUDÁVEL = NASCIMENTO DE FIOS SAUDÁVEIS.

- Importância para o crescimento dos fios

Muitas pessoas dizem que não é possível fazer o cabelo crescer mais de 1 cm ao mês, e que esta quantidade está intimamente relacionada à genética. Em parte isto é verdade, a genética determina muitas coisas em relação aos nossos cabelos, mas é possível fazer seus cabelos crescerem até 2 cm ao mês e eu não estou falando no uso de xampu bomba.

Muitas clínicas de cuidado capilar estão utilizando diversas técnicas de desobstrução, desintoxicação e estimulação do couro cabeludo. Como consequência as/os clientes percebem um crescimento mais rápido dos fios. Eu mesma tive meu crescimento capilar que era de 1 cm aumentado para 1,9 cm.

Você que não tem dinheiro para frequentar estas clínicas ou não existe nenhuma perto de você, fique tranquila! Hoje você vai aprender duas técnicas: a escovação e a massagem. Já aviso, o resultado quanto ao crescimento pode ser lento, então tenha muita calma e paciência.

- Escovação dos Fios e do Couro Cabeludo

Como vimos no post anterior o óleo produzido por nossas glândulas sebáceas é o melhor e mais rico para nutrir nossos cabelos, deixando-os brilhantes e saudáveis.
Porém como nem tudo é perfeito, este óleo quando em excesso é abominado por todas nós por deixar os cabelos com aparência de sujos e por vezes até com um cheiro desagradável. Pode também ocorrer a obstrução do couro cabeludo impedindo o crescimento de novos fios, ou fazendo com que este crescimento seja mais lento pela dificuldade do fio em transpor a barreira que o excesso de oleosidade forma no couro cabeludo.

Apesar deste óleo ser maravilhoso para os fios, em cabelos compridos ele não conseguirá descer até as pontas, e é aí que a técnica de escovação também se torna importante. O motivo é simples, com a prática correta da escovação dos fios e sua realização diária, o sebo descerá mais cm ao longo dos fios, deixando-os nutridos e brilhantes. Além disso, a escovação é uma outra forma de se realizar a esfoliação do couro cabeludo.

Benefícios da técnica para o couro cabeludo:

1) Esfoliação do couro cabeludo

2) Desobstrução do couro cabeludo

3) Redução do excesso de oleosidade no couro cabeludo já que esta é espalhada ao longo dos fios

4) Aumento da circulação sanguínea no couro cabeludo que gera um aumento na velocidade de crescimento dos fios

Benefícios para os fios:

1) Nutrição proporcionada pelo óleo produzido pelas glândulas sebáceas que consegue descer da raiz para o comprimento dos cabelos

2) Efeito de cutículas seladas

3) Diminuição da probabilidade de aparecimento de pontas duplas

4) Aumento no brilho dos fios

Indicação: para todos os tipos de cabelo, tanto para quem produz muito sebo como para quem não o produz.

Frequência: deve ser realizada diariamente, quem tem o couro cabeludo extremamente ressecado deve realizá-la dia sim e dia não até ter aumentada a produção de sebo com a realização da técnica de massagem.

Técnica de Escovação Capilar

Todas nós sabemos como escovar os fios, porém, percebi que algumas amigas minhas, pela correria do dia a dia, escovavam apenas os fios superiores, assim, na nuca e atrás das orelhas a oleosidade se acumulava.

Dicas Importantes:

- Inicie o processo penteando os fios com um pente de madeira começando pelas pontas e subindo até a raiz, até que não haja mais nós.

- Para escovar os fios utilize uma escova de cerdas naturais, pois estas conseguirão carregar o óleo da raiz e espalhá-lo ao longo do fio, além de não irritar o couro cabeludo. Se você não encontrar uma escova assim escolha uma com cerdas macias.

Esta é uma das escovas que eu uso e é macia:




- Separe uma mecha de espessura média, ela não poderá ser muito fina para não danificar os fios, e nem muito grossa para poder ter o efeito desejado.

- Apoie a escova no couro cabeludo e desça devagar e suavemente na direção das pontas. Todos os fios de cabelo devem ser escovados. É necessário que a escova percorra o couro cabeludo para que este seja esfoliado suavemente e estimulado.

- Realize o movimento por 3 vezes em cada mecha. Em fios extremamente oleosos e mais lisos, pode ser realizada por 5 vezes.

- Por fim penteie novamente os fios.

Massagem e Estimulação do Couro Cabeludo

Existem diversas técnicas de massagem para o couro cabeludo, a que eu irei ensinar aqui é a mais simples de todas, e que produz resultados surpreendentes. Ao longo do blog irei ensinar outras técnicas para vocês.

Benefícios:

- Estimulação da circulação sanguínea acelerando gradativamente o crescimento dos fios

- Estimulação da produção de sebo em couro cabeludo seco

Indicação: todos os tipos de cabelo, principalmente os que possuem raízes muito secas.

Frequência: deve ser realizada diariamente, quem tem o couro cabeludo seco deve primeiramente realizar a massagem, e depois de alguns minutos realizar a escovação. Quem tem raiz oleosa e quiser fazer a massagem deve posteriormente escovar os fios.

Técnica de Massagem do Couro Cabeludo:

1) Primeiramente prepare o couro cabeludo para receber a massagem estimulando-o com movimentos de pressão. Com as mão limpas inicie a massagem pressionando suavemente as pontas dos dedos em todo o couro cabeludo durante 1 minuto.

2) Em seguida realize lentamente a massagem com movimentos circulares e deslizantes:

- Inicie na testa e termine na nuca, realize o movimento de maneira contínua

- Inicie na nuca e termine na testa

- Inicie no topo da cabeça e termine nas têmporas (realize os dois lados simultaneamente)

- Inicie nas têmporas e termine no topo da cabeça

3) Realize cada movimento pelo menos cinco vezes.

4) Terminada a massagem realize posteriormente a escovação.

Ambas as técnicas são simples e a maioria de vocês já deve ter o hábito de fazê-las, mas achei importante descrevê-las para quem ainda não conhece. Quem tem grande quantidade de sebo no couro cabeludo notará que com o uso destas técnicas a oleosidade da raiz diminuirá consideravelmente. Já quem sofre com a falta de sebo no couro cabeludo conseguirá aumentar sua produção e tornar os cabelos mais nutridos. Além disso, a circulação sanguínea local será aumentada e o couro cabeludo esfoliado, favorecendo o crescimento dos fios.

Qualquer dúvida é só perguntar
Bjoos

Mah

terça-feira, 4 de setembro de 2012

PERGUNTAS E RESPOSTAS: VOCÊ CONHECE O SEU COURO CABELUDO?

Postado por Mah às 16:18 14 comentários
É muito comum nos preocuparmos com a saúde dos nossos fios, investimos uma montanha de dinheiro comprando cremes, ampolas, condicionadores, reparadores de pontas e muito mais, tudo isso para realizar o sonho de ter cabelos de capa de revista. O que não percebemos, é que nesta marotona de cuidado com os cabelos esquecemos de cuidar do principal o nosso COURO CABELUDO.

Em todos os cursos de terapia capilar que fiz, e nas vezes em que realizei terapias capilares em clínicas especializadas, percebi que o cuidado com o couro cabeludo é fundamental, e se não cuidarmos direitinho dele hoje amanhã teremos que gastar por volta de R$ 400,00 em cada terapia para termos o nosso couro cabeludo saudável novamente. Alguns problemas que percebemos em nossos fios são consequência do que acontece em nosso couro cabeludo.

Se o seu couro cabeludo é seco ou oleoso e você não começar a ter alguns cuidados com ele hoje, no futuro você poderá ter problemas mais graves como dermatite, caspa e queda.

Pensando nisso, vou começar uma série de posts que ensinará a cuidar direitinho do seu couro cabeludo (seja ele oleoso ou seco). Algumas técnicas que eu vou ensinar para vocês resolverão alguns problemas como queda, excesso ou falta de oleosidade dentre outros. 

Antes disso vou explicar um pouquinho sobre as glândulas sebáceas, e mais para frente quando o tema umectação capilar for abordado nos próximos posts você entenderá como estes dois assuntos estão interligados.

Em nosso couro cabeludo temos milhares de bulbos capilares e de glândulas sebáceas.
Foto: Sandro Salanitri

Podemos perceber que a glândula sebácea está acoplada a cada fio de cabelo em nossa cabeça, ficando clara sua importância. A função destas glândulas sebáceas é produzir SEBO/ÓLEO que é uma fonte de lipídeos (como os ácidos graxos).

Mas por que o SEBO é importante? Este SEBO nutre o fio do cabelo desde o início de sua produção, sendo responsável pelo seu nascimento com brilho e saúde. É exatamente por isso que QUANTO MAIS PRÓXIMO DA RAIZ MAIS SAUDÁVEL E BRILHANTE SERÁ O FIO.

Acredito que depois desta explicação bem resumida algumas dúvidas devem ter surgido:

1) O que isso importa para mim?

Importa muito! Pode parecer bobagem, mas para entendermos como cuidar de nossos cabelos temos que saber como funciona sua raiz e, portanto, o nosso couro cabeludo. Afinal se para o cabelo crescer é necessária a produção de sebo, ele é fundamental para nossos fios da raiz até as pontas.
2) Se o sebo é importante para o fio do cabelo então ele desce da raiz até as pontas para manter o cabelo nutrido e brilhante?
Isso depende de 3 fatores: a quantidade de sebo produzida pelas glândulas sebáceas, o comprimento dos seus fios, e se seus cabelos são lisos, ondulados ou cacheados.

Quanto maior a quantidade de sebo produzida, mais este óleo conseguirá descer ao longo do fio do cabelo, e menor será a porcentagem do fio que estará seca pela falta de sebo.

Quanto menor o comprimento do cabelo maior a possibilidade das pontas dos fios receberem sebo e estarem seladas e brilhantes.

Quanto mais liso for o seu cabelo mais fácil será para o sebo descer ao longo de seu fio e chegar mais perto das pontas, afinal em um cabelo ondulado ou cacheado o sebo terá de atravessar várias curvas em sua descida ao longo do fio o que é mais difícil.

3) Até quantos cm o sebo consegue descer ao longo do fio?

- couro cabeludo seco - glândulas sebáceas produzem pouco sebo - o óleo descerá por volta de 4 cm.
- couro cabeludo normal - glândulas sebáceas produzem uma quantidade normal de sebo - o óleo conseguirá descer até 15 cm.
- couro cabeludo oleoso - glândulas sebáceas produzem muito sebo - o óleo conseguirá descer por até 20 cm.

OBS: Esta quantidade em cm diminuirá quanto mais cacheado for o seu cabelo.

4) Ahh então é por isso que sempre se fala para passar o condicionador ou máscara capilar apenas nas pontas?

Com certeza, afinal, próximo à raiz os cabelos recebem todos os óleos que necessitam para estarem nutridos, sendo desnecessário o uso de condicionadores naquela região.

5) Se o meu cabelo é comprido tem mais de 20 cm existe alguma forma de fazer o óleo descer além de 20 cm?

Existe sim, através de uma técnica capilar muito simples que é a escovação dos fios.

6) Por que devo me importar se o óleo do meu couro cabeludo desce 4 cm ou 20 cm?

Você deve se importar porque a melhor nutrição que existe para os nossos fios não é o óleo de argan ou a máscara mais power do momento, mas sim o óleo que seu couro cabeludo produz especificamente para você. Exatamente por isso que eu ensinarei como poderemos aproveitá-lo ao máximo em nossos fios, sendo que as raízes oleosas e secas também serão beneficiadas respectivamente pelo não acumulo de óleo e pela maior produção deste.

7) Mas o sebo também pode ser vilão?

Sim, quem tem oleosidade excessiva no couro cabeludo pode ter coceira, caspa, dermatites e inclusive um cheiro ruim na cabeça. E o pior não é isso, em consulta com um tricologista, descobri que o excesso de sebo no couro cabeludo forma uma barreira que impede o nascimento de novos fios de cabelo.

8) Se o meu cabelo é oleoso posso fazer com que o sebo ao invés de vilão se torne meu amigo?

Sim, há várias formas de controlar esta oleosidade e algumas práticas simples como a escovação capilar impedirão que esta oleosidade se acumule no couro cabeludo.

8) A raiz do meu cabelo é seca, eu posso fazer algo para aumentar a produção de sebo?

Sim, é claro que pode com uma técnica de massagem do couro cabeludo.

A escovação dos fios é uma técnica capilar importantíssima para todos os cabelos e deve ser realizada diariamente de dia e de noite. Para quem tem a raiz do cabelo mais seca a massagem capilar ajudará e muito a aumentar a produção de óleo pelas glândulas sebáceas.

Estas duas técnicas serão o assunto do próximo post.

Fiquem a vontade para perguntar terei o maior prazer em ajudá-las.

Bjoss

Mah

SOS CABELOS SECOS - UMECTAÇÃO CAPILAR

Postado por Mah às 16:17 8 comentários
Olá meninas, o assunto deste post eu acho muito importante porque mostra uma maneira de hidratar os cabelos um pouco diferente das máscaras a que estamos acostumadas.


O assunto pode parecer simples mas na verdade é bem extenso, por isso vou fazer este post com um resumo de tudos e posteriormente irei me aprofundar em cada um dos tópicos deste post.

Fiz um curso de terapia capilar (mas não sou terapeuta capilar) a fim de aprender mais sobre cabelos e um dos assuntos tratados era a não tão famosa Umectação Capilar e hoje vou falar para vocês um pouquinho do que aprendi e do que faço.


Vou começar falando para vocês qual é o melhor hidratante para cabelos existente no mundo inteiro, na verdade ele é bem baratinho e todo mundo tem acesso: é o ÓLEO cheio de nutrientes produzido pelas nossas glândulas sebáceas presentes no couro cabeludo.


Foto: 2beauty.com.br


Você que está lendo este post agora deve estar se perguntando: Se eu produzo este óleo diariamente, então porque as pontas do meu cabelo e parte de seu comprimento estão ressecadas?


A resposta é simples este óleo não consegue descer da raiz do cabelo até as pontas, fazendo com que quanto mais próximo da raiz mais hidratado e brilhante seja o fio.  


Para vocês terem uma idéia, dependendo do tipo de cabelo (liso, ondulado ou cacheado) este óleo pode chegar a descer até 20 cm, sendo mais difícil para os cabelos cacheados. Mas para que ele possa descer tudo isso é necessário pentear e escovar os fios diariamente com uma escova de cerdas 100% naturais.


Assim, estas cerdas farão com que o óleo desça o máximo possível, todavia, com certeza mesmo assim não chegará até as pontas. Daí a importância de quem tem cabelos oleosos usar condicionador nas pontas dos fios para mantê-los sempre hidratados.


Foto: sitemedico.com.br


A Umectação Capilar surgiu pelo fato de que o nosso hidratante capilar produzido pelas glândulas sebáceas é um óleo, sendo portanto um líquido e não um creme. O óleo tem maior facilidade de penetração na fibra capilar desde que seja um óleo vegetal ou animal sem óleo mineral em sua composição.

Foto: vacaamarela.art.br

Alguns óleos muito bons para serem usados na Umectação Capilar são: o azeite de oliva extra virgem, óleo de amêndoas, óleo de semente de uva, óleo de girassol, o tão falado óleo de argan e muitos outros.


A melhor maneira de se fazer a Umectação é aplicando o óleo em todo o cabelo, massageando suavemente, e deixá-lo agir nos fios por até 30 minutos ao ar livre (sem usar touca de qualquer tipo). Em seguida lave os fios normalmente. Garanto que você sentirá a diferença desde a primeira aplicação.


Não é necesário usar qualquer fonte de calor para o tratamento em casa, nosso calor corporal já faz este papel. Lembrando que isto vale para os óleos naturais, se for um óleo cosmético como o vendido pela marca Avon siga as instruções do fabricante.


Muita gente faz a umectação capilar com a aplicação do óleo nos fios durante a noite e lavando-os pela manhã. Eu fiz uma vez e me arrependi pois o óleo entrou em contato com o couro cabeludo durante a noite e o deixou mais oleoso ainda. E pior, este excesso de óleo pode formar uma barreira impedindo o nascimento de outros fios de cabelo (estou preparando um post sobre queda capilar e seborréia que vai explicar melhor tudo isso).


Se você quiser deixar o óleo agir por mais tempo, tudo bem, mas para quem tem raiz oleosa eu não aconselho a fazer o tratamento e dormir com o óleo na cabeça.


Uma dica legal é usar uma gotinha de óleo nas pontas dos fios para mantê-las sempre hidratadas e tratadas.


Este tratamento é maravilhoso para cabelos que estão muito danificados, secos, com postas duplas, quebradiços ...


Espero que vocês tenham gostado deste post e se joguem na Umectação Capilar.


Bjsss

TRATAMENTO DE SALÃO - ART-CONSTRUCT KÉRASTASE

Postado por Mah às 16:14 9 comentários
Este primeiro post eu demorei um pouquinho para escrever, afinal, é difícil escolher dentre tantos assuntos, dicas, testes de produtos e tratamentos qual escrever primeiro. Então vamos lá!

Como qualquer mulher louca por cabelos, me aventuro nos salões de beleza em busca de tratamentos que façam meus cabelos com as pontas ressecadas e danificadas ficarem macias e brilhantes. Confesso que já me decepcionei algumas vezes, mas na maioria delas consegui atingir os resultados que queria.

Vou falar para vocês hoje de um tratamento da Kérastase (tão conhecida pelas mulheres) que é indicado para fios danificados, mas é pouco comentado. É o ritual chamado Art-Construct indicado para cabelos extremamente danificados por qualquer espécie de química ou que tenha passado por stress térmico (uso de secador, chapinha, ...) que é o meu caso.

Vamos ao passo a passo do ritual:

1) Lavar os fios com o shampoo Bain de Force por duas vezes. A primeira serve para retirar as impurezas, excesso de oleosidade e poluição. A segunda, com os fios já limpos pela primeira lavagem, irá iniciar o tratamento.

2) Retire o execesso de umidade com uma toalha, a fim de que as ampolas de tratamento não fiquem tão diluídas nos fios.

3) Aplicar  a ampola Concentré Vita-Ciment que por ser rica em proteínas irá reconstruir a fibra capilar de dentro para fora.

4) Aplicar sem o enxague da etapa anterior o Concentré Vita Top-Seal que irá formar um revestimento nos fios, protegendo-os das agressões diárias.

5) Deixe agir por 10 min e enxague com água em abundância.

6) Aplicar o Ciment Thermique mecha a mecha, escovar os fios e finalizar com a chapinha.

7) Não lavar os fios por 48 horas.

Resultado: Notei que as pontas danificadas dos meus fios ficaram mais macias, maleáveis e perderam o aspecto espigados e áspero. No geral os cabelos ficaram macios, encorpados, com um brilho incrível e livre de frizz o que é ótimo.

O melhor do tratamento é a reconstrução interna do fio, ao mesmo tempo em que a parte externa é visivelmente reparada.

Dependendo do grau dos danos do fio é aconselhável repetir o tratamento a cada 15 dias até a total reaparação dos fios.

Na primeira vez fiz o tratamento no salão, nas outras vezes comprei as ampolas pela net e apliquei em casa mesmo. Confesso que o resultado foi o mesmo, não notei diferença de resultado.

Aconselho este tratamento para todo mundo que chegou naquele ponto crítico no qual nada funciona nos fios. Se você está com os cabelos fracos, opacos, danificados e quebradiços, este tratamento é perfeito!!!!

Espero que vocês tenham gostado desta dica meninas.

Bjsss

Fotos: kerastaseonline.com

APRESENTAÇÃO

Postado por Mah às 16:13 2 comentários
Para você que chegou até o meu blog, vou me apresentar para vocês e principalmente explicar um pouco sobre o meu cabelo.


Meu nome é Marília sou formada em Direito, mas como a paixão pelo universo da beleza é grande resolvi fazer vários cursos na área, tais como: maquiagem, manicure, terapia capilar, aromaterapia, cosmetologia, química capilar dentre outros.


Aprendi muito sobre cabelos nos cursos, mas também aprendi na prática e através de muita pesquisa. Além disso, outra fonte importantíssima para os conhecimentos que tenho hoje foi uma amiga da minha mãe que era cabeleireira e me ensinou a fazer de tudo um pouco.

Diagnóstico Capilar do meu cabelo:
- comprimento dos fios: longo
- espessura dos fios: fina
- quantidade de cabelos: normal
- tipo do cabelo: raiz lisa e comprimento com algumas ondas
- raiz: oleosa
- pontas: secas, mas atualmente estão bem melhores
- histórico de químicas: já fui escrava do alisamento definitivo feito com Wellastrate, atualmente tenho apenas nas pontas relaxamento feito com X Tenso.
- frequência de lavagens: todos os dias
- frequência de secagem: todos os dias
- uso de chapinha ou modeladores: raro
- realização do cronograma capilar: 7 dias na semana

Quem não se identificou com os meus fios talvez se identifique com os da minha mãe 


Diagnóstico Capilar
- comprimento dos fios: médio
- espessura dos fios: grossa
- quantidade de cabelos: muita
- tipo do cabelo: liso
- raiz: seca
- pontas: secas
- histórico de químicas: faz o uso de coloração permanente e já fez descoloração
- frequência de lavagem: 3 vezes na semana
- frequência de secagem: 3 vezes na semana
- uso de chapinha ou modeladores: raríssimo
- realização do cronograma capilar: 3 dias na semana

Quando houver review vou colocar os resultados em ambos os fios para que uma maior quantidade de pessoas possa se identificar e beneficiar com as dicas.

Muitas dicas e técnicas de terapia capilar que eu postar aqui poderão ser utilizadas por mulheres e homens com cabelos bem curtinhos, então avisem os irmãos, pais, namorados e maridos.


Aqui no blog você poderá encontrar de tudo um pouco sobre o universo capilar, além de outras dicas de beleza.


Espero que gostem das minhas dicas


Bjoss


Mah
 

SOS DO CABELO Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | Ugg Boots Sale | web hosting